Dono de cão que estava em carro furtado resgata animal em delegacia

akita e seu dono
Cosk só saiu do carro após a chegada do dono no local (Foto: Reprodução RPC TV)

Animal está dentro do carro desde a tarde de quinta (23), em Cascavel (PR).

Veículo foi encaminhado para a delegacia.

Um cachorro da raça Akita foi encontrado pela Polícia Civil de Cascavel, no oeste do Paraná, dentro de um carro roubado, na tarde de quinta-feira (23), e esperou que o dono fosse buscá-lo até o fim da manhã desta sexta-feira (24). Os policiais recuperaram o veículo no distrito de São João, e o animal estava no banco traseiro. “Tentaram tirar, mas relataram que ele é muito agressivo”, explicou o delegado Pedro Fernandes de Oliveira.
saiba mais

Cão encontrado dentro de carro furtado se recusa a sair do veículo

A polícia chegou a localizar a proprietária do carro, mas ela informou que o cachorro não era dela. Por volta das 11h30 desta sexta, o dono do cachorro chamado Cosk foi até a delegacia buscá-lo. O homem é vizinho da dona do carro furtado.

“Dos cachorros que eu tenho, ele é o mais dócil, o mais amoroso. É o que eu mais gosto, o meu xodó. Onde eu souber que esse cachorro está, eu vou atrás”, afirmou o dono do animal. Ele também contou que o gosto de Cosk por carros é antigo. “Ele foi criado dentro de um carro, praticamente, porque não gosta de formigas e de abelha.”

O delegado, que presenciou o reencontro, ficou impressionado. “Foi uma coisa de outro mundo, nunca vi isso. O dono estava chegando perto do carro, mas o cachorro ainda não o tinha visto. Acho que o animal sentiu o cheiro dele e saiu do carro, e pulou no colo do senhor”, contou.

Segundo Oliveira, um amigo do dono do cachorro viu na televisão a notícia do cão que não queria deixar o carro recuperado e relatou. O homem contou que não sabe porque o cachorro se escondeu no veículo da vizinha, mas tem duas suposições. Na casa ao lado vivem duas cadelas, o que pode ter atraído o Cosk. Ou ele pode ter levado um choque na cerca elétrica recém instalada na propriedade onde vive e buscou o lugar para se esconder.

Durante o período em que Cosk esteve refugiado dentro do carro estacionado na delegacia, ele foi tratado pelos funcionários. Recebeu comida e atenção da zeladora.

Fonte:Portal G1