Alergias e Hormônios

Vários internautas nos procuram solicitando informações sobre alergias em Akitas. O que ocorre muitas vezes é que os animais começam a ter coceiras e queda de pelo, formando muitas vezes feridas e falhas de pelos localizadas, estes sintomas também vem ocorrendo com muita frequência em cães de outras raças. Alguns veterinários diagnosticaram alergias e outros problemas hormonais, os dois problemas existem e os sintomas podem ser muito parecidos, outro fator muito importante que constatamos em relatos de clientes, amigos e internautas como causa de seus problemas são os produtos de limpeza.

É comum nos esquecermos que a tolerância dos nossos animais é diferente do que a nossa, aos vários produtos que as vezes utilizamos na limpeza de nossa casa ou do canil de nossos cães.

Alergias

As alergias são reações do sistema imunológico a algumas substâncias, podem ser elas: produtos de limpeza, pólen, ácaros, ervas, fungos, bolores, algumas poeirinhas caseiras e até mesmo a alimentação pode conter algumas substâncias que possam causar hipersensibilidade no animal.

As alergias se manifestam sempre que o animal estiver em contato com o alérgeno causador. É importante observar se as crises ocorrem em determinadas épocas do ano, se é próximo a época do cio, no caso de fêmea, ou se o animal comeu alguma coisa diferente de sua alimentação habitual, todas as informações podem ser úteis para que o veterinário possa identificar a causa da alergia. As alergias provocam coceiras constantes, irritação na face, lambedura e mordedura das partes do corpo, podendo até causar lesões e feridas.

Existem exames bastante específicos que podem identificar em média 90% das prováveis causas conhecidas de alergias, normalmente as existentes no meio ambiente.


É importante saber se os pais do animal também são portadores de tais alergias (de preferência antes de adquirir o filhote), visto que alguns casos podem ser provenientes de fatores genéticos.
Após a identificação dos fatores que provocam as alergias, pode-se iniciar um tratamento, que pode ser de imunoterapia (injeções de alérgenos). Seu veterinário poderá discutir com você as melhores alternativas de tratamento, de acordo com as necessidades de cada animal.

É importante que você procure seu veterinário no início dos sintomas, pois o animal pode ficar fraco e debilitado, o que dificulta o tempo de resposta do tratamento. Nunca medique seu animal sem o conhecimento de seu veterinário.

Fatores Hormonais

Principalmente no caso das fêmeas, existe a probabilidade dos fatores hormonais estarem entrando em ação. É importante fazer os testes de alergias para ter certeza de que a fêmea não está apenas tendo uma crise alérgica.

Porém as alterações hormonais não são privilégio somente das fêmeas, existe a probabilidade de alteração na glândula tireóide, e esta não pode ser descartada, existem muitos cães com problemas de hipotiroidismo, que é a diminuição da função tiróide, normalmente os cães com este problema ficam mais letárgicos, um pouco obesos e pode vir a ter quedas de pelo. Em alguns livros ainda não traduzidos, comenta-se a respeito da "terapia de reposição", mas não sabemos ao certo de que forma é feito este tratamento e qual a eficácia.

No caso de hormonios reprodutores/sexuais, através de uma ultra-sonografia (no caso das fêmeas) e dosagem hormonal, seu veterinário terá condições de identificar se o seu animal está tendo alteração nos níveis hormonais. Nas fêmeas, normalmente estas alterações ocorrem próximo ao período do cio, antes ou depois. Os sintomas são bastante parecidos com as alergias, podendo facilmente serem confundidos, o diferencial será os níveis hormonais que estarão ativos no organismo do animal.

Existem tratamentos e são bastante específicos, pois trata-se de diversos tipos de hormônios, podendo variar de animal para animal.

Os tratamentos são a base de hormônios e por este motivo o proprietário deve saber bem o que espera de seu animal, se deseja reproduzi-lo ou não, pois em alguns casos a melhor e mais segura alternativa é a castração, desta forma o animal não ficará exposto aos problemas que a longo prazo um tratamento hormonal poderá ocasionar. Os tratamentos hormonais para animais ainda não são tão desenvolvidos quanto os tratamentos para humanos.

Vale a pena esclarecer que a castração é bastante benéfica para o animal, pois pode prevenir doenças, infecções e até mesmo câncer de mama e próstata., além de melhorar sua relação com os outros animais. Ao contrário do que as pessoas pensam, os animais não são vítimas de preconceitos por serem castrados, este é um preconceito apenas humano. Se a sua opção e melhor alternativa for esta, saiba que pode ser um ato de amor e não de violência, onde seu animal poderá viver muito mais e muito melhor ao seu lado.


Clube do Akita

Dicas Rápidas

Todos cuidado é pouco com animais peçonhentos seja na cidade ou no campo, como todos já sabem o Akita tem um instinto de caça muito apurado, e não é raro nos dias de hoje vermos Akitas mortos por comerem ratos, aranhas, cobras e principalmente sapos, fique de olho no espaço de seu Akita para não ter surpresas desagradáveis.

Recomendamos

 
Canil Matsuyama - Raça Akita Inu - Filhotes de Akita canil-fighting-dog-banner Provet Clinica Médica Veterinária e de Diagnósticos Cachorro Verde