Escolhendo o filhote

Bem chegou a hora de escolher o lugar de onde iremos adquirir o nosso filhote de Akita (ou mesmo de outra raça a dica é a mesma para ambos), e agora como proceder?

Bem não vamos aqui citar um artigo acadêmico ou dissertar em cima de tese de doutorado, porém existem algumas dicas básicas que nos ajudam na hora de escolher o nosso filhote, que vai os acompanhar pelos próximos 10 ou até quem sabe com muita saúde e sorte 15 anos!

Nota do Administrador:

O Clube do Akita não quer com esta matéria dizer o que é certo ou errado e nem ser o mantenedor da verdade, apenas auxiliar os novos compradores/proprietários na escolha de um filhote que vá lhe trazer alegrias futuras, acreditamos que a compra de um filhote vindo de um canil constituido é mais segura e correta por trazer maiores garantias quanto a transação realizada, como linha de sangue, procedência dos cães, genética, recibos, contrato de compra e venda, vacinações e medicações corretas, etc… o que não tira o mérito do criador particular que tem um casal apenas, comprado inclusive em um destes canis constituidos e que tirou uma ou duas ninhadas apenas para manutenção e com certeza acabará por se tonar um canil constituído.

1 – Antes de tudo pesquise o canil ou criador, se conseguir fale com quem já comprou filhotes com ele(a) se puder, EXIJA ELABORAÇÃO DE UM CONTRATO DE VENDA DO FILHOTE E CARTEIRINHA DE VACINAÇÃO EM DIA, isso evita prejuízos financeiros e emocionais, acredite eu já passei por isso, não se iluda com conversa de ‘entendido no assunto’ o bom criador não lhe impõe idéias e nem lhe empurra filhotes, ele lhe auxilia na escolha correta e tira suas dúvidas de bom grado.

2 – Prefira comprar filhotes de canis conhecidos ou criadores que tenham critério na criação ou seja Machos e Fêmeas selecionados, premiados e saudáveis.Não é vergonha perguntar e nem pesquisar antes, é garantia.

3 – Se possível dê preferência na compra pessoalmente, visite o canil antes da compra.Caso não seja possível pegue o maior número de informações possíveis antes de efetuar a compra tanto sobre o canil, criador e cães deste canil, se precisar peça cópia do pedigree para analisar a procedência dos pais.

4 – Leia muito antes sobre a raça e peça referências do canil a veterinários da região e clientes do mesmo.Se possível peça informações sobre a raça a outros proprietários.Pesquise na internet também, com calma você vai achar muitas informações úteis!

5 – Se for ao canil observe a acomodação dos cães tanto dos pais como dos filhotes, lugares muito úmidos ou isolados e sem luz do dia costumam trazer problemas aos animais.

6 – Observe a higiene do local ( canil ), um canil asseado é um canil saudável.Umidade é mal sinal, claro que se o canil fica em uma cidade ao pé da serra, ou no meio de uma mata você verá umidade, temos de respeitar o critério de observação.

7 – Dê preferência ao canil que lhe der maiores informações e suporte, inclusive aquele que lhe disser quais os contras da criação da raça escolhida.Sim não se iluda, toda raça tem seus prós e contras.

8 – Não abra mão do pedigree nunca, ele é o atestado de pureza da raça que você esta adquirindo e lhe dá inclusive direito de levar o seu cão a exposições futuramente.É comum o cão sem pedigree ser mais barato do que o com, canil sério não dá esta opção, caso o valor do filhote fique fora do seu orçamento peça um parcelamento ou procure outros canis no mesmo nível com custo menor.Não quer dizer que a qualidade seja inferior é critério de cada criador o preço do filhote e dos custos de cada um deles gerou, claro que um filhote filho de um mega campeão internacional terá seu valor onerado, devido ao investimento na raça.

9 – Uma boa dica é observar os cães ao natural no caso da visita ao local(caso possível), um animal feliz e saudável é alegre e ativo, salvo em suas sonecas diárias, não é difícil perceber se o cão ama o seu criador, é só observar.

10 – Fuja do criador bom de papo, fala macia e esta mais preocupado se vai receber em cheque, cartão ou dinheiro.Com certeza não é um criador sério é vendedor de cachorros.

11 – A idade ideal para o seu amiguinho ir para casa é entre 45 e 60 dias de idade, eu particularmente acredito que os 60 dias seja o ideal por um simples motivo é nesta fase que o cérebro do filhote(sua psiquê) esta totalmente formada e ele então esta apto a aprender tudo como um cão adulto aprende, vermifugado e vacinado com a primeira dose da V8 ou V10 importada ou não isso depende do criador.Consulte o seu veterinário se o tiver.

12 – Por último e não menos importante, ouça as dicas do criador para escolher o seu novo amiguinho mas nunca deixe de escolher aquele em que você bater o olho e se apaixonar, tire dúvidas, pergunte tudo o que desejar ao criador, se ele for um amante da raça que cria não terá problemas em lhe responder tudo o que souber, com certeza este filhote será um amigo fiel e companheiro inseparável.

Outras dicas:

O filhote sadio é vivaz e alegre, tem olhos brilhantes e sem secreções, pêlo sedoso e macio sem falhas ou descamações, os cãezinhos não podem ter o abdômen muito dilatado e nem aparentar apatia pois isto pode indicar vermes, as fezes dos filhotes não devem ser liquidas ou pastosas.